siga o Consórcio B|3 nas redes sociais
  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social

O Plano de Execução

O Plano de Execução do Projeto Integrado para o empreendedor será elaborado pelo arquiteto coordenador geral, Alexandre Barone, descrevendo os requisitos e metas gerais do projeto, e definindo as especialidades necessárias e os produtos a serem entregues a cada etapa, e devendo haver um cronograma de execução do projeto.

 

O coordenador geral do Projeto Integrado deve definir, antes da contratação dos outros profissionais legalmente habilitados, os escopos dos trabalhos, formas, prazos e quais profissionais devem desenvolver suas etapas, assim como os documentos a serem entregues e intercambiados entre as especialidades.

 

Na produção dos projetos, cabe ao coordenador geral do Projeto Integrado, definir o plano de trabalho e os seus requisitos e restrições gerais, considerando-se que cada responsável técnico de cada atividade deve, em conjunto, definir detalhadamente o atendimento aos requisitos técnicos de cada especialidade, conjugadas às diretrizes gerais da concepção, sempre dentro dos limites de suas atividades técnicas.

 

As atividades técnicas, das especialidades, aqui previstas são necessárias para a realização de um projeto e variam, em número, conforme sua natureza, tipologia ou classe de edificações e espaços urbanos, seu porte, complexidade, desempenho desejado e localização geográfica. As atividades, são: topografia; sondagem; fundações e superestrutura; instalações prediais (elétrica, mecânica, hidráulica e sanitárias); luminotécnica; paisagismo; arquitetura de interiores, como principais e complementares ao projeto arquitetônico do Projeto Integrado, visando à construção da edificação, considerando-se as interfaces e compatibilizações entre elas.

Documento BIM do Consórcio B|3

Plano de Execução do Projeto Integrado (PEPI)
Unifica o DIPI e o DAPP. Desenvolvido pelo coordenador BIM antes de iniciar a concepção, o PEPI é um documento ativo atualizado ao longo das fases de projeto e construção. Expandindo os objetivos do cliente e delineando como a equipe do Consórcio B|3 os alcançará, o PEPI aloca as principais responsabilidades e define processos, procedimentos e ferramentas essenciais

Quando a fase de projeto é concluída, o PEPI é passado para a equipe de construção. O compartilhamento dessas informações irá garantir que a equipe de construção compreenda a extensão do desenvolvimento do modelo durante o projeto.

Documento de Descrição do Modelo Autoral (DDMA)

Os autores do DDMA são o coordenador BIM arquiteto Alexandre Barone e o líder BIM da disciplina contratada com o objetivo de facilitar os usos e objetivos do BIM. O responsável por executar o cronograma proposto para o modelo de informações de construção é o colaborador eleito pelo Líder BIM da disciplina contratada. As responsabilidades gerais incluem:

 

  1. Determinar o ND dos elementos do modelo alinhados às fases do projeto;

  2. Desenvolver elementos de modelo para níveis apropriados em cada fase do projeto; 

  3. Comunicar problemas aos participantes do projeto.

Entre em contato para

agendar uma reunião

WhatsApp_Logo_1-R01.png