siga o Consórcio B|3 nas redes sociais
  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social

Repensar a participação multidisciplinar

O Projeto Integrado resultado da transformação do processo de geração da forma arquitetônica é baseado na colaboração e na interoperabilidade. Dado o caráter evolutivo do processo de projeto, as atividades técnicas ocorrem ao longo de todo o seu desenvolvimento, mas com variados graus de contribuição das diversas especialidades. Adotaremos em nosso Projeto Integrado, como imprescindível, a participação dos arquitetos e engenheiros, nas etapas iniciais e decisórias do projeto, diante da complexidade das solicitações e do número de especialistas envolvidos. Além, dos aspectos da execução, de montagem ou de execução de solução construtiva a ser adotada pelo projeto.

 

Outro foco é conferir centralidade da comunicação e das interações aos arquitetos e engenheiros e, também, objetividade no papel da coordenação, para que as atividades dos projetistas sejam executadas com respeito a sua importância e mínimo conflito.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Projeto Integrado está estruturado para transformar a heterogeneidade num elemento positivo que facilita a aprendizagem e potencializa as habilidades de interação, baseadas em valores como colaboração, ajuda mútua e solidariedade.

 

As competências sociais são cada vez mais importantes para uma integração plena na sociedade multicultural e multirracial atual. Da mesma forma, no Projeto Integrado os arquitetos e engenheiros deverão acreditar na importância destas competências: saber esperar pela sua vez, saber ouvir, colocar-se no papel do outro, apreciar ideias diferentes, saber gerir conflitos promovendo tolerância e responsabilidade, elogiar os outros, partilhar materiais, pedir ajuda, falar num tom de voz baixo, encorajar os outros, comunicar de forma clara e ser paciente, como também, deverão saber relacionar-se pelos preceitos da colaboração:

Preceitos das colaboração.jpg

Entre em contato para

agendar uma reunião